De semelhante mesmo, os papéis de parede vinílico e vinilizado só têm o nome. Aliás, esses são apenas dois dos muitos tipos de papéis de parede que precisamos saber diferenciar no momento da escolha e da compra.

Como tendência de decoração, os papéis de parede têm sido explorados cada vez mais como possibilidade de acabamento em paredes, ambientes, cômodos e áreas externas – seja dos lares, escritórios ou outros espaços.

Por esse motivo, papéis de paredes específicos possuem objetivos diferentes que se adequam melhor a determinadas circunstâncias – fato que deve ser do conhecimento de quem opta por essa alternativa bonita e estilosa de design.

Quer entender quais os principais tipos de papel de parede disponíveis no mercado, saber as diferenças entre o papel de parede vinílico e o papel de parede vinilizado e ainda receber dicas de qual escolher? Acompanhe a leitura do post dessa semana que o Papel na parede te responde!

Afinal, quantos tipos de papel de parede existem?

Você conhece uma tendência de decoração que tenha se tornado tão famosa nas últimas décadas quanto a aplicação de papéis de parede? É incrível como cada vez mais pessoas optam por essa solução na hora de reavivar, decorar ou reformar seus lares e os ambientes de convivência.

Papel de Parede Adesivo Tijolo BrancoTambém, com o tanto de vantagens e benefícios que os queridinhos do design têm a oferecer, fica difícil não se apaixonar à primeira vista. Afinal, eles:

  • São mais fáceis de aplicar e secam muito mais rápido que as tintas convencionais;
  • Oferecem muito mais possibilidades de decoração – seja em estampas, padrões criativos, texturas e efeitos visuais e estéticos;
  • Possuem resistência elevada e podem ficar intactos e belos por até 20 anos, especialmente quando bem cuidados;
  • Têm alto padrão de qualidade e um ótimo custo-benefício.

Essas vantagens, quando comparadas às das tintas tradicionais, dispararam a preferência pelos papéis de parede em níveis nunca antes vistos! Toda essa euforia, naturalmente fez com que o mercado se adaptasse e disponibilizasse cada vez mais tipos e modelos à venda.

Hoje em dia, os principais tipos de papel de parede são os tradicionais e os autoadesivos. Os tradicionais, como o próprio nome indica, foram os primeiros modelos desse tipo criados pela indústria. Já os autoadesivos representam uma solução moderna ao seu parente mais tradicional.

Outros modelos de papel de parede que você encontra, além dos tradicionais, autoadesivos e os vinílicos e vinilizados são:

  • Papel de parede 3D;
  • Papel de parede texturizado;
  • Papel de parede TNT.

Caso você queira saber em detalhes tudo sobre os tipos de papel de parede e a diferença entre cada um deles, confira a postagem a respeito do assunto que já fizemos no blog.

Vinílico x vinilizado: saiba de uma vez por todas as diferenças!

Como você já sabe, vinílico e vinilizado são dois dos muitos tipos de papel de parede. Apesar de o nome ser parecido, as semelhanças entre os dois praticamente acabam por aí. O blog da Papel na parede te explica o porquê:

Considerações iniciais – o que é levado em conta para a classificação

Antes de mais nada, você precisa entender quais aspectos são levados em consideração na determinação de um tipo de papel de parede e, consequentemente, o porquê de eles se chamarem vinílicos e vinilizados.

A principal característica que deve ser analisada para entender as diferenças entre esses papéis de parede é o acabamento que a superfície recebe durante a fase de produção. Isso mesmo, os papéis de parede são formados por várias camadas fininhas que se juntam para formar o resultado final que você vê!

Dentre essas camadas, a mais externa é a que determina se o papel de parede é vinílico ou vinilizado – cada modelo específico recebe um tratamento especial.

Papel de parede vinílico

Os papéis de parede vinílicos são aqueles que recebem uma camada especial feita em policloreto de vinila, mais conhecido como PVC. Esse material é um plástico resistente e durável, que impermeabiliza a superfície dos papéis de parede desse tipo.