As vantagens do papel de parede conquistaram não apenas o ambiente doméstico, mas também trouxeram mais personalidade aos ambientes comparativos e localidades comerciais, principalmente pela sua versatilidade, com modelos que podem ser encontrados com inúmeros temas.

Seja qual for a intenção, é possível encontrar um papel de parede que expresse o caráter e identifique o ambiente, criando um tipo de espaço que passe exatamente o clima, ou até mesmo a “energia” que se busca para o local – envolvendo cores e formatos.

É essa capacidade de se adaptar e também de criar o que o proprietário deseja que fez com que o papel de parede se tornasse item obrigatório na otimização do home office.

Transformando o cômodo em um escritório com o papel de parede

Quem trabalha em home office sabe quanta disciplina é necessária para conseguir realizar todas as tarefas necessárias sem se distrair com os afazeres de casa. Tarefas básicas, distrações rotineiras e tentações de descanso são alguns dos ofensores contra a concentração no serviço.

Muitas vezes, a própria decoração pode favorecer a distração e incitar o trabalhador a deixar as tarefas de lado e aproveitar o conforto do lar. Só que, para ir contra essas práticas, a tematização de um ambiente direciona a atenção e cria o clima favorável para transformar o local em um escritório de trabalho.

Isso significa que diferentes cômodos da casa podem ser configurados como um escritório de negócios. A disposição dos móveis, a combinação dos elementos, a utilização de um papel de parede de acordo com o objetivo pode fazer com que o trabalho flua melhor, deixando a casa com clima de empresa.

Qual papel de parede utilizar?

Não há uma regra padrão que sirva para todos os tipos de negócios, entretanto, há um consenso acerca dos tipos de papéis de parede que podem ser utilizados na decoração e que mantêm o ambiente sóbrio e produtivo para o trabalho.

Cores e formatos podem ser mais direcionados para a ocasião. Cores neutras e tons pasteis são algumas das opções: branco, cinza, bege, azul claro, bege e muitos outros. Assim como essas opções, a utilização de formas padrão fazem com que a sobriedade se mantenha no lugar, criando um clima de concentração propício para a produtividade.

Isso significa a escolha de formas como listras, formas geométricas padrão ou preenchimentos com textura que não causem distrações, nem ruptura com o clima que o ambiente de trabalho deve ter.

Papel de parede com cores, temas e formatos

Essas características, no entanto, não são regras que devem ser seguidas, mas orientações que são interessantes de se seguir de acordo com o objetivo do trabalho. Isso porque, profissionais que exercem tarefas mais criativas podem precisar de cores e movimentos para “alegrar” o ambiente e incitar as ideias.

É possível afirmar que um designer se sinta entediado ao trabalhar em uma sala em que não há cores envolvendo sua decoração. Por isso, a combinação dos elementos pode ser a saída para que o home office tenha os elementos necessários para melhorar o clima de trabalho e ainda assim ter muita vida e movimento no local.

A única regra é fazer com que os elementos se combinem para que haja harmonia e a decoração seja, ao mesmo tempo, boa o suficiente para manter o clima de uma casa gostosa e, também, permita trabalhar confortavelmente sem causas distrações e desconforto.

Elementos essenciais da decoração Home Office

Os principais itens para o tipo de decoração em home office pode ser considerados:

  • Papel de parede de acordo com o tema a ser seguido na decoração (cor sólida, xadrez, preenchimento padrão, textura, linhas, poá, etc.);
  • Cortinas;
  • Tapetes;
  • Móveis essenciais: cadeira, mesa, balde de lixo, gaveteiro ou prateleiras;
  • Material de escritório ao alcance das mãos;
  • Iluminação adequada;
  • Espaço para equipamentos e periféricos adicionais (impressora, scanner);
  • Notebook ou computador.

A evolução do papel de parede na decoração

Atualmente, o papel de parede vem sendo um item que expressa o há de mais moderno quando o assunto é decoração de ambientes. Essa afirmação, à primeira vista, parece contraditória, já que o papel de parede é um item que está presente na decoração desde antes de Cristo, quando era utilizado na China antiga.

A evolução da decoração e as mudanças nas tendências fizeram com que o papel de parede evoluísse e marcasse períodos, como um dos elementos básicos das construções europeias dos séculos XVI e XVII. Do velho para o novo mundo, o item marcou presença, mas, devido ao seu material e também meios de aplicação, ele acabou ficando ausente, mas, nos dias de hoje, está presente com grande destaque.

Os muitos modelos de papel de parede e a facilidade de aplicação garantiram o item como um recurso combinando estilo e praticidade, fazendo com que o elemento combine não apenas com o uso doméstico, mas domine principalmente os ambientes comerciais e profissionais, incentivando a indústria a criar ainda mais soluções com temas e utilizações específicas.

VEJA TAMBÉM!

É possível decorar com mais de um papel de parede?

Papel de parede no teto dá estilo e personalidade para o ambiente

Acessórios e elementos essenciais para a decoração