Decorar uma casa é um processo mais fácil do que você imagina. Falamos isso pois é muito gostoso escolher o estilo de cada ambiente, os móveis que farão parte e cada enfeite decorativo. E para te ajudar nesse processo, nós trouxemos uma lista com os estilos de decoração – perceba há muitas formas de expressarmos quem somos! Preparada para conhecer? Vamos lá!

1. Minimalista

Vamos começar com um estilo que representa o “menos é mais”. O minimalismo é o estilo de decoração que prega a simplicidade, porém sem deixar a elegância de lado. Cada peça colocada no ambiente precisa ser escolhida a dedo, afinal de contas chama muita atenção por ser única.

As paredes dos ambientes também precisam agregar à essa estética, mas, então como decorar uma casa minimalista? Não é uma questão difícil, basta partir do pressuposto que tudo precisa ser clean, desde as paredes até os móveis. Pense com a gente, é mais fácil para manter arrumado depois!

2. Kitsch

Agora temos o Kitsch que vai totalmente na contramão do estilo anterior. Antigamente o estilo era considerado brega por ser muito carregado, mas com o tempo ganhou espaço e ressignificou o próprio conceito. Hoje entendemos que o estilo kitsch é a liberdade criativa de decorar com tudo que vier a cabeça.

Não há limites, regras, doses ou maneiras que ditam a harmonização, você decora seus ambientes com o que te faz bem. Sejam fotos, souvenires, quadros, pinturas, tapetes, bibelôs, porcelanas – tudo, tudo, tudo! E se você quiser usar dois papeis de parede de estéticas diferentes no mesmo ambiente, pode! O estilo kitsch é a possibilidade de mostrar o quanto você é eclética.

3. Glam

Se o estilo anterior era tido como “cafona”, esse aqui é o que deixa boquiaberto de tanta sofisticação. O estilo glam é a decoração inspirada em Hollywood, em outras palavras, repleto de veludos, lustres, cristais, espelhos e paredes com cores densas. Aqui, as chamadas cores densas são as que representam consistência, por exemplo, as metálicas.

Os tons metálicos são perfeitos para demonstrar imponência e personalidade quando harmonizados com seu próprio tom no fosco. Essa combinação dentro da mesma paleta de cores, mudando apenas a textura é fantástica – e está muito presente no estilo glam.

4. Moderno

Há quem confunda estilo moderno com contemporâneo, porém existe uma diferença entre ambos. O moderno representa as manifestações artísticas que aconteceram no século XX, especificamente na metade. Enquanto o contemporâneo é o momento atual – vamos falar sobre ele já, já.

Retomando, o estilo moderno é o início da atmosfera clean – o conceito de Bauhaus. Dessa forma, existem muitos elementos simples, práticos e com uma leve pegada futurista. E isso se reflete na decoração das paredes, nesse caso, o preto e branco começam a ganhar destaque e se contrapõem com alguns detalhes nas cores primárias.

5. Contemporâneo

Como dito anteriormente, o estilo contemporâneo é diferente do moderno, afinal de contas ele é uma metamorfose, ou seja, não fica estático em uma decoração por muitos anos. Pense com a gente, é perfeito para quem ama acompanhar tendências e enjoa muito fácil do ambiente. Por isso, já se prepare para ter uma rotatividade de elementos decorativos e, principalmente, de papeis de parede.

6. Industrial

Seguindo a pegada de ambiente atual, nós temos agora o estilo industrial. Essa forma de decoração envolve os elementos de um galpão industrial. Sendo assim, possui o conceito de ambiente aberto e “sem acabamentos”, está entre aspas porque as paredes recebem sim uma decoração só que de cimento queimado ou tijolinho.

São elementos que lembram a estética de sem acabamento, mas com uma pegada refinada. Ah, e muito ferro para completar a decoração industrial. Quer ter uma casa igual os lofts nova-iorquinos? Leia nossas dicas de como aplicar o conceito industrial.

7. Rústico

Depois de tanta modernidade, contemporaneidade e glamour, já pensou em investir num ambiente rústico? A pegada rústica é imponente, ainda mais porque utiliza de muitas pedras e madeiras. E ser rústico não é sinal antiquado, muito pelo contrário. Um exemplo incrível são as casas gregas que utilizam de pedras brancas – são muito elegantes!

Aliás, é uma maneira de trazer o poder da natureza para dentro de casa e, assim, criar ambientes naturais. Ah, um detalhe, ambientes rústicos não são sinônimos de country. Continue lendo e te contamos na sequência a diferença entre eles.

8. Country

Um ambiente country é confundido com o rústico porque ambos utilizam de madeiras e pedras em suas decorações, porém o country tem a pegada da fazenda, é a sensação de estar dentro de uma casa de campo mesmo. Para criar cômodos dessa maneira é preciso investir em elementos bucólicos.

Uma sugestão é investir em decoração amadeirada, harmonizando com flores e elementos com couro. Com essas opções, já é possível criar um clima aconchegante e country. É uma ótima opção para contrastar com a vida corrida que temos na cidade. Pense nisso!

9. Clássico

Já viu como os castelos franceses são decorados? O estilo clássico trabalha com alguns dos elementos decorativos encontrados nessa estética. A título de curiosidade, ambientes clássicos possuem muito luxo, através de mobílias repletas de entalhes, lustres chamativos, recamiers no estilo chippendale e papeis de parede capitonê. Essas curvas inspiram muita nobreza e tornam sua casa elegante.

10. Romântico

Esta é uma ótima opção para harmonizar os ambientes da casa, uma vez que nós temos tanto amor para dar, então porque não demonstrar isso na decoração? O estilo romântico combina muito em quartos, closets e sala de estar combina – fica sublime, ainda mais com o uso de cores delicadas e sutis!

Tons de rosês com pastel são a combinação perfeita para decorar espaços com romance. Um exemplo bem interessante de decoração romântica glamourosa é a Art Decó. Os ambientes com essa estética tem a pegada do amor misturada com arabescos. É uma brincadeira de designs muito instigante que vale a pena conhecer!

11. Shabby chic

O estilo shabby chic é a decoração “chique usada” ou “chique envelhecido”, é uma mistura de peças vintage sofisticadas levemente desgastadas. Pode parecer estranho no começo, mas o importante dessa aura é ter elementos sofisticados que demonstrem a sua idade.

É muito interessante para quem gosta de ambientes aconchegantes, afinal de contas, a decoração com candy colors torna o cômodo acolhedor. É como fazer uma viagem no tempo, isso acontece porque viver num ambiente com estética vintage desgastada te leva direto para as novelas de época.

12. Coastal

O ambiente coastal é perfeito para quem é apaixonada pelo mar, afinal de contas, o estilo investe em elementos bem característicos da região litorânea. Para ter noção, o estilo utiliza na decoração designs com peixes, barcos, conchas, pérolas, areia, âncoras e tudo mais que remeta ao mar.

Ambientes com a pegada coastal são desenvolvidos para inspirar tranquilidade e paz, por isso que ao se deparar com essa decoração nós nos sentimos dentro de uma casa de veraneio. Ah, para completar é só investir em desenhos de fibras naturais como madeira e optar por cores suaves.

13. Tropical

Enquanto o estilo coastal valoriza os elementos marítimos, o tropical engrandece a parte terrestre como folhagens, coqueiros e areia principalmente. Essa estética tem uma abundância de elementos naturais coloridos, por isso que também transmite aquela vibração deliciosa de frescor e alegria.

Nós temos um conteúdo bem interessante sobre essa estética que você vai gostar, são dicas para decorar a casa na praia. Dá para retirar muitas inspirações interessante desse post!

14. Retrô

O estilo retrô é decoração de ambientes de forma nostálgica com a pegada moderna que mencionamos anteriormente. Por isso, essa estética faz uso de cores vibrantes e grafismos do pop art. É muito interessante para área gourmet, uma vez que é alegre e enérgico, consequentemente, transmite uma vibração de positividade e comunicação. É prefeito para locais onde você consegue se expressar abertamente.

15. Oriental

Que tal buscar uma decoração do outro lado do globo? O estilo oriental é ideal para quem busca equilibrar a energia do espaço. Esta estética é ideal para quem busca ter uma “mente bambu“, forte e flexível. Além de ser um estilo que te ensina o feng shui e o te permite viver numa casa Zen.

Para ter mais inspirações como estas, continue acompanhando o blog da Papel na Parede, nós sempre trazemos dicas muito interessante para você. Que tal conhecer a influência das cores sobre cada ambiente? Depois de ler esse conteúdo você entenderá porque ambiente candy colos transmitem tanto aconchego.

Nos vemos no próximo post!