A mensagem que a arquitetura de interiores comunica vai muito além do que imaginamos. Já parou para pensar nisso? Se estamos em um ambiente voltado à educação infantil ou ao trabalho tecnológico, as diferenças no estilo de decoração de cada espaço é gritante!

A paleta de cores, o formato dos móveis, o tipo de iluminação e até mesmo o projeto arquitetônico do local sofre influências dos estilos de decoração de interiores aplicados na organização dos cômodos. É por isso que o conhecimento sobre as principais tendências de decoração é essencial para iniciar uma jornada de sucesso no trabalho de reforma ou construção.

Quem está à frente de um projeto de arquitetura de interiores, contando com ajuda profissional ou não, pode ter certeza de que em algum momento a grande dúvida surgirá: qual estilo de decoração combina com você?

Descubra a resposta lendo o novo post do blog da Papel na Parede! Aprenda a identificar os estilos decorativos que representam exatamente suas ideias para o seu novo ambiente. Vamos lá?

Quais são os estilos de decoração?

No guia que preparamos hoje, você conhecerá características que são exclusivas de cada estilo de design de interiores. Se a sua intenção é pensar em uma nova estética para casa, escritório, loja ou qualquer outro ambiente, saiba que você está no lugar certo!

A seguir, abordaremos diversos estilos de decoração que são reconhecidos no mundo da arquitetura de interiores por trazer harmonia entre seus elementos e promover a sensação de bem-estar nos usuários dos espaços decorados. Confira:

Estilo Clássico para ambientes sóbrios

O tradicionalismo desse estilo nasce na época dos gregos e romanos, ganhando influência dos movimentos renascentista e barroco que amavam ambientes amplos, simétricos e poderosos. Como resultado, o estilo clássico utiliza ornamentos rebuscados em móveis e peças de decoração fabricados em materiais nobres como madeira, mármore e porcelana.

Além disso, a iluminação suave com candelabros e lustres ajudam a trazer um clima sóbrio, mas aconchegante, para o ambiente clássico. A cartela de cores trabalhada geralmente é formada por tons suaves como o bege, contrastando com tons escuros – vermelho bordô, verde e azul marinho em papéis de parede, cortinas e estofados de poltronas, sofás e cadeiras.

Curtiu a proposta do estilo clássico? Então, aproveite para aplicar deixar seu cômodo grande mais imponente ou utilize os detalhes chamativos e elegantes do estilo clássico para agregar valor ao seu espaço com medidas reduzidas.

Estilo Vintage valoriza o resgate do design tradicional

Outro exemplo que se dedica a trazer elementos que marcaram gerações passadas é o estilo vintage. Características como móveis de estética refinada, eletrodomésticos de tons vibrantes e itens com apelo sentimental fazem parte de um cenário que transpira a essência de outras épocas.

Na decoração vintage, há variedade nos materiais aplicados: madeira, plástico, ferro e diferentes tipos de tecido. Para contrabalancear um ambiente com muitos elementos modernos e você sinta falta de uma atmosfera mais acolhedora, a estética vintage é uma ótima opção para misturar diferentes estilos de decoração de forma equilibrada.

Estilo Contemporâneo prioriza espaços funcionais

Criado no século 20, o estilo contemporâneo é um movimento de liberdade em relação aos detalhes excessivos do estilo clássico. Ou seja, os itens presentes no ambiente devem ser funcionais, não apenas bonitos!

Para fazer uma decoração de interiores seguindo o conceito do estilo contemporâneo, utilize materiais com pouca textura como vidro, aço inox e cimento queimado. Na paleta de cores, deixe os tons neutros para os papéis de parede e traga as cores mais vibrantes para almofadas e tapetes, por exemplo.

Estilo High Tech traz praticidade aos ambientes

Não importa se o ambiente é pequeno ou grande, o estilo high tech pode ser facilmente adaptado a todos os espaços! Para trazer comodidade ao ambiente, a o estilo futurista usa aparelhos tecnológicos para automatizar comandos e otimizar a área do cômodo para que seu usuário tenha sempre conforto a disposição!

Na prática, o estilo de decoração chamado high tech torna a dinâmica do lugar mais interativa, contando com iluminação controlada à distância, materiais de alta tecnologia e a presença do desenho industrial em objetos e estruturas de metal aparente, vidro e aço.

Estilo Minimalista harmoniza com seu estilo de vida

A ideia do “menos é mais” está na essência do estilo minimalista. A disposição ordenada do mobiliário e os poucos elementos decorativos são escolhas do design que preza pela funcionalidade e por aquilo que é essencial. Os excessos são dispensáveis por aqui!

Ganhando cada vez mais espaço na arquitetura de interiores desde a Segunda Grande Guerra, o estilo minimalista é fácil de ser identificado. O espaço será composto por cores claras, materiais sem estampas e com poucas texturas, além de uma menor quantidade de móveis no recinto. Tudo que está ali deve ajudar no uso do espaço, tornando-o mais espaçoso e organizado!

Estilo Escandinavo para explorar a elegância do espaço

Com origem na cultura dos países da península escandinava – Noruega, Dinamarca, Suécia, Islândia e Finlândia -, o próximo estilo que iremos conhecer pode ser considerado uma vertente da decoração minimalista. O estilo escandinavo esbanja luz natural ao preferir superfícies claras e lisas para deixar o ambiente mais iluminado e neutro.

A sensação de frieza que as cores cinza, branco e bege transmitem na decoração escandinava é equilibrada com elementos mais confortável e aconchegantes, como os materiais em madeira e demais combinações de elementos em tons terrosos!

Estilo Colonial traz aconchego ao ambiente

A inspiração desse estilo está na arquitetura que era comum nos anos 1500 até o Brasil conquistar sua independência em 1822. Muitas décadas se passaram desde então, porém o estilo colonial permanece até hoje como parte da nossa cultura com influência europeia.

A estética colonial se faz numa decoração sofisticada que também é confortável. A madeira é utilizada em diversos elementos decorativos, do mobiliário ao revestimento do piso, por exemplo.

A suntuosidade deste material combina muito bem com cores sólidas no papel de parede que pode ser estampado com motivos florais nas cores verde, azul e terracota. Lembrando um pouco a estética da decoração rústica, estilo que já abordamos aqui no blog!

Estilo Provençal para uma atmosfera campestre

Quem gosta de um ambiente romântico com um mix de elementos rurais e clássicos, precisa conhecer a beleza do estilo provençal! A decoração inventada pelas classes mais pobres da França no período da monarquia foi se tornando cada vez mais elegante e cheia de detalhes sinuosos em móveis entalhados, estofados de folhagens, tapetes florais e louças penduradas nas paredes.

Gostou da estética? Invista em cores suaves para todo o ambiente, alternando entre as tonalidades mais claras de rosa, verde, azul e bege. Aproveite a beleza da iluminação intimista que o abajur de cristal oferece e traga-o para seu design embasado nos preceitos do estilo de decoração conhecido como provençal!

Estilo Étnico ressalta o valor de outras culturas

Atenção, viajantes! Aqui vai um estilo de decoração que combina com o espírito de aventura de vocês, principalmente para quem tem sede por conviver com culturas diferentes da própria. Em um ambiente a ser decorado no estilo étnico, é possível pendurar máscaras africanas nas paredes para trazer a referência das tribos deste continente, assim como estampar com papel de parede e objetos típicos da cultura japonesa.

A ousadia desse tipo de decoração é trazer para dentro do ambiente a excentricidade das culturas que não são as suas, mas que te encantam e te instigam a ser mais curiosos e livres de preconceitos. Ah, importante dizer que madeira e artesanato são outros dois elementos que marcam presença constante nesse estilo de decoração!

Estilo Pop Ar