Nada melhor para um ambiente sem personalidade do que um pouco de cor, concorda? A combinação de cores para paredes é sem dúvida nenhuma um dos recursos mais interessantes no momento da decoração!

Você sabe como estabelecer uma combinação de cores harmônica e elegante? Pois é, por mais que a gente tenha tons favoritos, combiná-los pode ser um desafio, concorda?

É por isso que nós do blog da Papel na Parede trouxemos um conteúdo completo, que te ensina como fazer uma combinação de cores para paredes que fique com a sua cara e ainda – de quebra – deixa o ambiente mais aconchegante e bonito!

Continue rolando a página e confira na sequência!

Como combinar as cores das paredes?

Desde que a gente é criança, pintar é uma das atividades que mais dão relaxamento e nos chamam atenção a nossa criatividade. Quando crescemos continuamos gostando, por isso fazemos das paredes de nossa casa nossa folha de papel em branco!

No entanto, enquanto na infância toda e qualquer combinação era vista como uma possibilidade criativa, que nos instigava a olhar o mundo de uma maneira mais infantil e fantasiosa, enquanto grandes isso já torna-se mais restrito.

Veja bem, não estamos falando aqui que é para deixar a criatividade de lado, mas que em um ambiente é necessário parcimônia no momento de combinar cores. Isso ocorre pois é necessário que a combinação seja harmônica, já que as cores exercem diversas influências em nós – tranquilidade, excitação, dentre outras – e, afinal de contas, não dá para trocar de parede como se troca de papel.

Nesse caso, estabelecer uma combinação que não canse nossos olhos, traga harmonia, satisfação e proporcione ao ambiente um misto de aconchego e estilo é a melhor maneira de combinar as cores para as paredes da nossa casa!

Talvez você esteja pensando “é, agora eu já não sei mais como combinar”, mas isso não é bem verdade! Você sabe qual as cores de sua preferência, não é mesmo? Então que tal aplicá-las no que chamamos de círculo cromático?

A roda das cores, como também é conhecido o círculo cromático, é uma estratégia bastante interessante para quem sabe qual cor deseja colocar na parede, mas não consegue pensar em uma combinação equilibrada para ela.

Composta por cores primárias, secundárias e terciárias, o círculo cromático é – normalmente – dividido em doze partes, formando uma composição total perfeita. Três partes formam as cores primárias e secundárias, já as terciárias ocupam seis espaços na roda das cores.

  • Cores primárias: são aquelas que dão origem as outras cores, formadas por azul, vermelho e amarelo;
  • Cores secundárias: filhas das possíveis misturas entre as cores primárias, as secundárias são formadas por laranja, verde e violeta;
  • Cores terciárias: nesse caso, a união entre as cores primárias e secundárias resultam no que chamamos de cores terciárias. Como exemplo podemos citar o verde limão, que resulta da combinação entre o verde (secundária) e o amarelo (primária).

Tá, mas como o círculo cromático pode ajudar a combinar as cores na sua parede? Bem, existem diversas maneiras de usar o círculo cromático, e você não precisa pensar em combinações usando somente tinta, mas também tecidos, objetos decorativos e papéis de parede!

Continue a leitura e saiba as diferentes formas de usar o círculo cromático para decorar não só a sua parede, mas todos os ambientes do seu lar!

Como combinar cores de paredes internas?

Considerando o círculo cromático, existem quatro maneiras básicas de combinar as cores: complementares, análogas, triangulação e meio-complementares. Cada um desses jeitos de combinar ocorrem de maneiras diferentes, e podem ser usados para todos os ambientes, sejam quartos, sala, banheiro, escritório, dentre outros.

Cores complementares

São cores que encontram-se em oposição no círculo cromático, como o verde e azul, por exemplo. Quando são combinadas, configuram um aspecto de contraste bastante interessante.

Cores análogas

Ao contrário do método anterior, cores análogas são aquelas que encontram-se lado a lado e formam uma combinação harmoniosa, porém não contrastante. Nesse caso, você pode escolher duas ou três cores e combiná-las sem risco de elaborar um ambiente cansativo.

Cores por triangulação