Você sabia que dá para usar diferentes papéis de parede no mesmo ambiente? Vários arquitetos e designers de interiores renomados vêm utilizando essa técnica para criar efeitos visuais memoráveis e cheios de estilo em seus projetos.

Na prática, a definição dos papéis de parede que funcionam bem quando aplicados juntos precisa de uma boa dose de bom senso e conhecimento estético. Isso significa que é importante escolher estampas e cartelas de cores que fiquem boas e perfeitamente integradas, sem criar conflitos estéticos ou exageros que acabam poluindo os cômodos visualmente.

Aprender a combinar as estampas é o primeiro passo para colocar a mão na massa e transformar sua casa! Veja algumas dicas dos especialistas:

Equilíbrio e harmonia

Qualquer projeto de decoração que misture dois papéis de parede precisa de equilíbrio e harmonia. Essas são as palavras de ordem. Não existem regras quando você vai decorar sua própria casa, tudo depende do seu gosto pessoal. Mas é preciso ter em mente que escolhas equivocadas ou exageradas de cores e estampas podem carregar demais o ambiente.

Na hora de escolher os papéis de parede, pense na harmonização de cores e estampas. Se optar por um modelo de cor mais vibrante para uma parede, escolha uma opção com tom mais suave para a outra área do cômodo. Para não errar, a dica é escolher padrões de estampas simples e atemporais. A combinação de poás, listras, quadrados e ondas sempre dá certo!

Combinando padrões

O padrão da estampa é muito importante para a decoração do ambiente. Não escolha padrões muito opostos, como, por exemplo, estampa geométrica com estampa de tijolo vermelho para o mesmo espaço, pois isso pode causar um estranhamento estético e não funcionar bem.

As estampas precisam estar coordenadas. Você pode variar nos tamanhos das estampas, com um floral minimalista e um floral mais arrojado. A ideia é sempre criar uniformidade. Dê preferência para listras com listras, listras com arabescos, poás com ondas, entre outras estampas que ficam boas juntas. Cores discretas e amenas facilitam o trabalho.

Texturas e cores

Uma dica legal é usar em uma parede um papel texturizado ou com efeito 3D e na outra parede um modelo mais neutro, liso ou com estampa minimalista. Fica lindo! De novo, é preciso reforçar que as cores neutras são ótimas quando usadas para contrabalancear a presença de um papel de parede colorido.

Estampas com tamanhos diferentes

Usar a mesma estampa, mas com tamanhos diferentes nos desenhos, ajuda a criar movimento no ambiente.

Conhecendo as estampas e seus resultados

Cada estampa ou padrão de papel de parede apresenta um resultado específico nos ambientes. Listras horizontais ajudam a deixar uma sensação de amplitude no cômodo.

Cores claras também deixam o espaço maior. Em contrapartida, cores escuras deixam uma sensação de que o ambiente é pequeno.

As estampas grandes ficam melhores em cômodos grandes. Avalie tudo isso na hora da escolha e conte com a Papel na Parede em seu projeto!